5 dicas para Compra de Moeda Internacional infalíveis

Existem muitas dicas na Internet sobre como comprar dólar e como fazer a troca e compra de moeda internacional de forma rápida, fácil e segura, aqui nós iremos abordar apenas os 5 fatores mais importantes que irão ajudar você na hora de fazer sua cotação e comparação de câmbio.

— Se você já viajou para o exterior, enviou uma transferência de dinheiro para um familiar, amigo ou funcionário em trânsito ou em curso no exterior e/ou talvez fez alguns pagamentos relacionados com negócios internacionais.

Se esse for o seu cenário do momento, você sabe que pode ser difícil as vezes adquirir e trocar moedas estrangeiras!

Felizmente é possível pesquisar em instituições financeiras, bancos, corretoras e provedores de câmbio online ou até em lojas que prestam serviços financeiros de Exchange ou Forex Online.

Nos dias de hoje em qualquer negócio que atua no segmento dá para encontrar o melhor câmbio e as melhores taxas para aquisição de dólar e compra de moeda internacional que for preciso, tudo pode ser muito rápido e desburocratizado.

⊕ Se você não prestar atenção nos custos totais do câmbio fechado podem somar uma perda se comparado com mais afinco.

Aqui estão (5) cinco dicas para ajudar você na economizar dinheiro ao comprar moeda no comércio de câmbio do seu país ou em sites e empresas online de remessa ou transferência de dinheiro.

1. Planeje a compra de moeda internacional com antecedência

Descubra qual é a atual taxa de câmbio do mercado intermediário usando plataformas online como o MelhorCambio, Cotação, ConfidenceCambio e muitos outros.

Em seguida, compare as taxas de câmbio e taxas tarifas oferecidas pelo seu banco e instituições bancárias como o Itaú, Bradesco, BB, Caixa Econômica e Santander além das diversas corretoras de câmbio e provedores de troca de dinheiro online existentes.

Depois de encontrar o melhor câmbio e a melhor taxa, fecho o negócio, compre os dólares ou moedas estrangeiras e receba seus fundos onde quer que vá ou esteja no momento.

2. Entenda quais os custos do Mercado de Câmbio

Alguns custos do mercado cambial podem ser muito transparentes, enquanto que outros podem ser ocultos ao usuário até o fechamento da operação de compra e venda, por isso é importante entender o que você está pagando.

Assim como todas as outras empresas do comércio em geral, as corretoras, provedores e empresas de serviços financeiros que operam com moeda estrangeiras, precisam ganhar dinheiro para permanecer vivos no negócio.

A seguir estão três maneiras pelas quais se ganha dinheiro com o Câmbio, Forex e exchange:

  1. As corretoras de venda e compra de moeda internacional podem cobrar uma comissão, taxa fixa, taxa de manuseio ou taxa mínima por operação.
  2. Eles podem incluir um spread ou ágio nas taxas de câmbio ao vender ou comprar moedas como forma de obter uma margem de lucro já incluída no valor do câmbio.
  3. Os provedores de FX (Forex) também podem cobrar taxas de transferência para realizar a transferências eletrônicas dos fundos e outros métodos para entrega a moeda ao destinatário.

Você pode calcular seus custos de câmbio com nossa “Calculadora de Taxas de Câmbio Estrangeiro (BREVE)”.

Ou faça o download do “aplicativo para Android ou iPhone” ou use algum “Rate Advisor” para comparar o preço de seu provedor com a taxa média de mercado.

No Brasil temo poucos sites de leilão ou de comparação para a compra de dólar e de moedas como o euro, libra, iene etc., mas temo e isso já é um bom começo, então faça uso dessas ferramentas online a seu favor.

⇒ Lista dos melhores sites de leilão e comparação do câmbio: Em BREVE aqui!

Mas só feche se entender que realmente é o melhor negócio e que a operação é confiável.

3. Consolide (junte) todas as suas transações de câmbio

Você já sabe que cada transação de câmbio tem custos associados a operação, então fica claro entender que quanto menos transações fizer, isso poderá resultar em custos e despesas com taxas menores.

Dependendo do tipo de transação que for fazer, será possível economizar muito dinheiro consolidando várias transferências de dinheiro em uma transação maior.

Alguns provedores e corretoras de câmbio que vendem moedas estrangeiras, podem até oferecer melhores taxas, ou dispensar comissões por trocas de moedas em um determinado valor ex: operações acima de US$ 10.000 Dólares (símbolo: US$; código: USD) ou € 7.000 Euros (símbolo: €; código: EUR).

4. Cuidado com fraudes e falsificações no câmbio de moedas

Cada país tem seu quinhão de papel moeda falsificado – alguns mais que outros. Para evitar ser vítima de falsificações, tente se familiarizar com a textura e, a aparência da moeda.

Anote quais são as marcas d’água e outros recursos de segurança existentes na moeda que deseja comprar. Isso pode facilitar a detecção de uma ou mais notas falsas, embora provavelmente não seja possível detectar uma falsificação de alto nível.

Tente usar empresas, corretoras e provedores de câmbio confiáveis ​​e empresas online estabelecidas.

Se você é do tipo desconfiado, compre alguns acessórios que ajudam identificar moedas falsas, desde lâmpadas, canetas a scanner de notas, entre eles:

  • Aparelhos identificador de cédulas falsas
  • Novidade detector de dinheiro falso
  • Safescan detector de notas falsas

5. Abrir conta em banco no exterior para receber transferências

Se você estiver indo para o exterior, ser estudante internacional não residente ou está planejando permanecer em um país estrangeiro por um longo período como imigrante ou empreendedor de negócios, considere ter que enviar dinheiro, usar serviços bancários e de transferência de dinheiro para conseguir se manter e pagar todo tipo de despesas.

Para agilizar esse processo da compra de moeda internacional, a abertura de uma conta bancária local ou conta digital no país da estadia pode minimizar consideravelmente as taxas de troca de moeda e ainda ajuda a manter seu dinheiro seguro.

Ter uma conta bancário no exterior também torna a compra de moeda e consolidação de suas transações locais muito mais fácil ao ajuda a mitigar o risco de flutuações cambiais.

Compartilhe