5 fatores que influenciam a taxa de câmbio em um país

62 / 100 SEO Score

A taxa de câmbio representa basicamente o valor de uma moeda em comparação com alguma outra moeda estrangeira. As taxas de câmbio também representam a força econômica relativa de um país nos mercados internacionais.

O gráfico abaixo mostra como o cenário do país influenciam a taxa do dólar americano em relação ao real durante o último ano. O maior valor pago foi registrado em Setembro/2018 com dólar comercial sendo vendido a R$ 4.195 por cada dólar.

A menor cotação para compra da moeda americana ficou em R$ 3.658 em Janeiro de 2019.

5 fatores que influenciam a taxa de câmbio na compra de dólar

Como mostra o gráfico acima o mercado de câmbio em relação ao dólar movimentou-se bastante em frente a moeda real brasileira no último ano, mas se manteve com preço 3.5 vezes.

As taxas de câmbio mudam de minuto em minuto

Alguma vez você já se perguntou o que faz com que as taxas de câmbio mudam constantemente e porque a moeda de uma país vale mais que de outros?

Em termos econômicos simples, a cotação da taxa de dólar e câmbio simplesmente funciona no mecanismo de demanda e oferta.

Se a demanda por uma moeda for maior do que a oferta, a moeda ficará mais cara e vice-versa. No entanto, existem vários outros fatores, tanto econômicos quanto políticos que afetam o mecanismo de demanda e oferta das moedas em geral.

Principais fatores que influenciam a taxa e valor do câmbio


1. Índices de Inflação do país

Os índices de inflação dos respectivos países exercem uma forte influência sobre a taxa de câmbio para venda e compra de dólar hoje e futuros.

Geralmente, os países com alto crescimento e taxas de inflação baixas: registram apreciação no valor da sua moeda; enquanto que um país com inflação mais alta geralmente experimenta a depreciação de sua moeda.

Além disso, a taxa diferencial de inflação dos países também afeta a taxa de câmbio. A inflação relativa mais alta de um país significaria menor poder de compra da moeda, o que, por sua vez, se traduziria no enfraquecimento da moeda de um país.

2. Taxa de Juros Relativa

As taxas de juros de um país são, de certa forma, um indicador do retorno sobre o capital. Uma taxa de juros ajustada pela inflação mais alta em um país atrai o capital estrangeiro, o que, por sua vez, fortalece a moeda doméstica e faz com que a taxa de câmbio se valorize.

Da mesma forma, taxas de juros líquidas mais baixas podem causar fuga de capital estrangeiro e, portanto, depreciação da moeda local.

3. Cenário comercial e comércio global

Para o câmbio, os acordos de livre comércio são fontes importantes de produção de regras e servem como seguro para coibir mudanças bruscas nas políticas e práticas comerciais que possam afetar as exportações e os investimentos brasileiros no exterior ajustando a taxa e o valor do dólar em determinados momentos.

Balança Comercial — “A balança comercial é um dos itens mais importantes no estudo da economia de um país. Ela é um fator essencial para definir, por exemplo, a taxa de câmbio praticada com sua moeda – o que pode motivar a formulação de políticas monetárias e fiscais por parte do governo.”

Vale mencionar que se um país importar mais do que suas exportações, a balança comercial mostrará um déficit, o que significa que a demanda por moeda estrangeira será maior do que a sua oferta e que a moeda nacional vai se desvalorizar.

4. Dívida Pública Federal

A dívida pública federal constitui os empréstimos do governo para financiar projetos do setor público. Uma vez que tais empréstimos são garantidos pelo governo, uma inadimplência em tais empréstimos significaria um colapso da confiança do investidor estrangeiro na economia do país.

Portanto, uma dívida pública insustentável significaria saída líquida do capital do exterior e, portanto, a depreciação da moeda local fazendo ela cair e ao contrário faz o dólar ou outra moeda subir de preço.

5. Estabilidade política

Além dos fatores econômicos, a estabilidade política é outro fator que afeta a taxa de câmbio de forma impactante.

Os investidores estrangeiros preferem um regime político estável e, portanto, um governo estável e progressivo constrói a confiança dos investidores. Consequentemente, a entrada de capital estrangeiro faz com que a moeda nacional se valorize.

O câmbio e o crescimento do comércio mundial

Além dos fatores relatados nos parágrafos acima, outros fatores, tais como a situação geopolítica, o crescimento do comércio global, lucros corporativos, o ambiente econômico geral e de negócios, também têm impacto no valor do dólar e na taxa de câmbio diária.

Conclusivamente, pode-se dizer que, embora a alta taxa de juros, o alto crescimento e os bons lucros corporativos tenham efeito apreciador sobre a moeda.

Por outro lado, a alta da inflação, instabilidade política, empréstimos governamentais insustentáveis, alto déficit na conta corrente (balança comercial) e a situação geopolítica tensa, são fatores que podem causar depreciação da moeda nacional e influenciam a taxa do câmbio, no nosso caso – o real (BRL).

  • Add Your Comment