Por que taxas de câmbio sofrem variação cambial na compra de moedas?

83 / 100 SEO Score

Por que a taxa de câmbio para comprar moedas estrangeiras flutuam? Essa é uma questão que envolve uma série de fatores que em conjunto define a variação cambial empurrando o preço da moeda para venda e compra, para cima ou para baixo.

Você certamente já ouviu falar da variação cambial, provavelmente sabe que essa expressão vive aparecendo nos noticiários econômicos dos jornais brasileiros.

Por que taxa de câmbio sofre variação cambial na compra de moedas?

Hoje em dia, algumas taxas de câmbio estão saltando para o máximo do valor de todos os tempos, enquanto que outras moedas mergulham em taxas cambiais com recordes baixa.

— Apenas um dia de observação você vai entender que as taxas no mercado cambial estão constantemente flutuando, mas o que, exatamente, faz com que o preço da moeda suba e desça?

Simplificando, as moedas flutuam com base na oferta e na demanda.

A maioria das moedas do mundo é comprada e vendida com base em taxa de câmbio flexível, o que significa que seus preços variam o tempo todo com base na oferta e demanda no mercado de câmbio, exchange e money transfer.

Uma alta demanda por uma moeda ou falta de oferta por ela causará um aumento no preço. A oferta e demanda de uma moeda estão ligadas a uma série de fatores, incluindo 4 principais: a política monetária do país, a taxa de inflação e as condições políticas e econômicas.

E é sobre esses fatores que iremos abordar a partir daqui. Continue lendo.

A Taxa de Câmbio e a Política monetária

O valor do dólar hoje, pode definir se você consegue o melhor câmbio ou deixa para comprar a moeda em outro tempo mais oportuno.

Mas vamos lá. Uma maneira pela qual um país pode estimular sua economia é por meio de sua política monetária. Muitos bancos centrais tentam controlar a demanda pela moeda aumentando ou diminuindo a oferta monetária e/ou as taxas de juros de referência.

“Com uma taxa de juros baixa, as pessoas e as empresas estão mais dispostas e capazes de fazer empréstimos e financiamentos e pedir dinheiro emprestado”

oferta monetária é o valor de uma moeda em circulação. À medida que a oferta monetária de um país aumenta e a moeda se torna mais disponível, o preço do empréstimo da moeda cai.

“Em economia, a oferta monetária é o valor total dos ativos monetários disponíveis em uma economia em um momento específico. Existem várias maneiras de definir “dinheiro”, mas as medidas padrão geralmente incluem moeda em circulação e depósitos à vista.” diz a Wikipédia.

taxa de juros é o preço pelo qual o dinheiro pode ser emprestado. Com uma taxa de juros baixa, as pessoas e as empresas estão mais dispostas e capazes de pedir dinheiro emprestado.

Conforme eles gastam continuamente esse dinheiro tomado emprestado, a economia cresce. No entanto, se houver muito dinheiro circulando na economia e a oferta de bens e serviços não aumentar de acordo, os preços podem começar a aumentar.

A Taxa de Câmbio e a Inflação

Outra variável que influência fortemente o valor de uma moeda é a taxa de inflação. A taxa de inflação é a forma de medir como os preços geral dos bens e serviços estão aumentando.

Enquanto que uma medida pequena no porcentual da inflação indica uma economia saudável, um aumento excessivo pode causar instabilidade econômica, o que pode levar à depreciação da moeda, no nosso caso – o Real (BRL).

A Inflação refere-se a um aumento contínuo e generalizado dos preços em uma economia, porém, alguns economistas austríacos preferem defini-la como um aumento no suprimento de dinheiro ou (expansão monetária).

A Taxa de Câmbio e a Inflação

Contudo, esse conceito não é amplamente difundido. É comum que se divida a inflação em três categorias, com base na causa de: demanda, custos e inércia.

A taxa de inflação e as taxas de juros de um país influenciam fortemente sua economia. Se a taxa de inflação ficar muito alta, o banco central pode neutralizar o problema aumentando a taxa de juros.

Isso incentiva as pessoas a pararem de gastar e, em vez disso, economizam seu dinheiro. Também estimula o investimento estrangeiro e aumenta a quantidade de capital que entra no mercado, o que leva a uma maior demanda por moeda.

Portanto, um aumento na taxa de juros de um país leva a uma valorização de sua moeda. Da mesma forma, uma diminuição em uma taxa de juros provoca a depreciação da moeda.

A Taxa de Câmbio e as Condições Políticos Econômicas

As condições econômicas e políticas de um país também podem fazer com que o valor de uma moeda flutue ex: (dólar x real). Real é moeda atual do Brasil. Enquanto os investidores desfrutam de altas taxas de juros, eles também valorizam a previsibilidade de um investimento.

É por isso que as moedas de países politicamente estáveis ​​e economicamente sólidos geralmente têm maior demanda ex: (dólar americano – USD), o que, por sua vez, leva a taxas de câmbio mais altas.

Os mercados de câmbio e financeiros monitoram continuamente as atuais e esperadas condições econômicas futuras dos países.

“— O mercados Forex que é o acrónimo de “foreign exchange market”, também conhecido como Mercado Cambial ou Mercado de Câmbio. Resumindo, o Forex é o espaço financeiro com maior dimensão e liquidez do mundo, contando com mais de 4 bilhões de dólares diários em movimentos comerciais. O tamanho do mercado de cambio é tão imenso que o volume de transações da Bolsa de Valores de Nova Iorque não chega nem a um 2% do que é realizado no mercado de Forex.”

Continuando! Além de mudanças na oferta de moeda, taxas de juros e taxas de inflação, outros indicadores econômicos principais incluídos são: o produto interno bruto; taxa de desemprego; início de habitações e saldo comercial (o total de exportações de um país menos o total de importações).

Se esses indicadores mostrarem uma economia forte e crescente, a moeda de um país tenderá a se valorizar à medida que a demanda for aumentando.

Da mesma forma, as condições políticas fortes afetam positivamente os valores da moeda. Se um país está em meio a agitação política ou tensões globais, a moeda se torna menos atraente e a demanda cai.

Por outro lado, se um mercado vê a introdução de um novo governo que sugere estabilidade ou um forte crescimento econômico futuro, uma moeda pode ser apreciada à medida que as pessoas a compram com base nas boas notícias.

O que é câmbio

Quando um brasileiro vai viajar ao exterior e adquire dinheiro para usar no seu destino – por exemplo, o dólar, no caso dos Estados Unidos, e o iene, no caso do Japão, essa aquisição é uma operação de câmbio. Da mesma forma, importadores brasileiros realizam operações de câmbio para trocar reais pela moeda do seu parceiro comercial a fim de pagar pelos itens que adquiriram.

Essas trocas de moedas acontecem no mercado de câmbio. Nele, turistas, comerciantes, empresas e instituições financeiras compram e vendem moeda estrangeira (divisas) sob a regulação e supervisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) e do Banco Central (BC).” Fonte: www.bcb.gov.br

Nossa Conclusão sobre Taxa de Câmbio e diferença cambial

Não há um indicador único que explique os câmbios fixos e flexíveis exatamente por que uma moeda flutuou ou prevê com certeza qual o seu preço daqui a minutos ou dias.

Em vez disso, muitos fatores relacionados à demanda e à oferta afetam os preços e valores da moeda hoje.

O que foi mostrado é que mais conhecimento e compreensão das condições do mercado cambial e suas implicações para as flutuações cambiais levam a previsões mais precisas e acertadas.

  • Add Your Comment